Queixos protuberantes ou retraídos podem ser corrigidos

Queixos protuberantes ou retraídos podem ser corrigidos

Queixos protuberantes ou retraídos podem ser corrigidos

Parece só um problema estético, mas o queixo grande ou pequeno demais pode trazer consequências para a saúde.

As consequências são problemas na mordida, dores de cabeça e apneia do sono.
Para corrigir o defeito — que está presente em cerca de dez milhões de brasileiros, segundo o Colégio Brasileiro de Cirurgia e Traumatologia Bucomaxilofacial — é preciso fazer a cirurgia ortognática.

Ela é feita com anestesia geral e tem duração de três horas e meia. A recuperação é rápida e o paciente já sai podendo falar.

Para as pessoas com queixo grande demais, a cirurgia deve ser feita a partir dos 17 anos, quando termina a fase de crescimento.

Crianças com dentição mista — dentes de leite e permanentes — podem consertar o problema sem precisar recorrer à cirurgia. Caso seja diagnosticado cedo, o tratamento é feito com um aparelho dentário e miniplacas de titânio nos dentes.

Na fase de crescimento, a gente consegue fazer uma atração reversa, mas é preciso fazer isso antes da adolescência.

Fonte : Jornal EXTRA

Escrever Comentário

*Campos obrigatórios Por favor valide os campos obrigatórios

*

*

Comentários

    Categorias