Aumenta a procura pela cirurgia de redução dos seios

Aumenta a procura pela cirurgia de redução dos seios

Aumenta a procura pela cirurgia de redução dos seios

Enquanto boa parte das mulheres do mundo sonham com seios maiores, muitas delas tomam a decisão contrária : fazem cirurgia para reduzí-los. As principais razões são a estética e problemas na coluna.

O cirurgião plástico Ricardo Cavalcanti, diretor médico da Clínica Vitée, afirma que ocorre hoje a correção de um exagero. “Nos anos 90, as brasileiras passaram a buscar um padrão americano, de aumentar excessivamente. Hoje há uma tendência para o equilíbrio. Aquelas mulheres que colocaram mamas muito grandes, estão tirando”, explica. Segundo o especialista, o índice das “arrependidas” chega a 20%.

A principal dica é não tomar decisões precipitadas ou baseadas na moda. “Costumo dizer para as minhas pacientes que não é igual a corte ou pintura de cabelo”, destaca Ricardo Cavalcanti .

Luiz Haroldo Pereira, titular da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica, tem a mesma avaliação. “Nos últimos anos houve um exagero, mulheres procurando próteses de até 600 ml”, revela. Além das que querem reduzir, Luiz Haroldo Pereira relata que as pacientes já chegam no consultório pedindo próteses de silicone “não muito grandes”. “A média hoje é de 250”, conta.

Além de problemas da coluna — causados por um excesso de peso dos seios — muitas mulheres reclamam da dificuldade de fazer exercícios, principalmente a musculação.

A cirurgia exige internação de um dia, e outros 30 de recuperação. Sempre deixa cicatrizes, mas o tamanho e o local variam. O recomendado é fazer depois dos 18 anos, quando os seios estão plenamente desenvolvidos.

Fonte : O Dia

 

 

Escrever Comentário

*Campos obrigatórios Por favor valide os campos obrigatórios

*

*

Comentários

    Categorias